Quando se decide emagrecer, uma grande batalha, para muitas pessoas, é envolver a família no processo de emagrecimento. 


Isso ocorre porque, normalmente, uma pessoa é a responsável pela alimentação da família. Do processo de compras até a preparação dos alimentos.


Muitas vezes, os familiares até tentam ajudar nessa caminhada, mas acabam por ajudar de um jeito não muito bom. 


Ou, ainda, podem sequer querer ajudar e isso pode causar alguns conflitos, desmotivação e até a desistência do objetivo.


O ponto central, para a resolução desse tipo de problema, pode ser simplesmente a forma como você transmite seu objetivo ou como solicita a ajuda. 


O que eu posso te garantir é que se chegar e disser “eu quero emagrecer”, a informação vai entrar por um ouvido e sair pelo outro.


Também pode acontecer de os familiares se envolverem demais, além do que você precisa, atrapalhando os limites definidos por você ou seu novo posicionamento diante deles. 


E, pior ainda, são os familiares que tentam sabotar o emagrecimento, ainda que seja de forma inconsciente.


Não foram poucas as vezes que ouvi alunas me dizendo que ouviram de seus maridos ou filhos frases do tipo:

Então eu te pergunto, antes de qualquer coisa: você quer ajuda dos familiares? Então eu vou te ensinar o caminho para conquistar essa ajuda da melhor forma.


Mas antes de dar seguimento na nossa conversa, eu quero te mostrar um exemplo de família que emagrece unida.


Ela é a Gisele e ele é o Cassiano. Cada um deles emagreceu 20 kg em 65 dias. Preciso mencionar a expressão de felicidade nos rostos deles?

É isso que você merece e eu quero que conquiste da melhor forma.


Tudo começa no autoconhecimento, auto entendimento, consciência de onde quer chegar e o que essa conquista vai proporcionar para você e para sua família.


Seja honesta com você mesma: você sabe se quer ser ajudado ou não no seu emagrecimento? Se a resposta é sim, você sabe como pedir ajuda de forma efetiva? Como o seu familiar pode ajudar no emagrecimento?


Falo por experiência própria que se você não estiver com seus objetivos bem definidos e a participação dos membros da família nisso, você não vai conseguir expressar o que precisa.


É muito provável que todos vão ficar sem saber o que fazer e deixar de lado algo que é tão importante para você. Por isso, tenha isso claro para você mesma para, então, deixar isso claro para os seus familiares. Comunicação limpa.

Qual mensagem você passa para os seus familiares?

Você se reconhece em alguma dessas frases?

Essas são frases corriqueiras, mas será que elas transmitem uma mensagem clara ou estimulante? Com certeza não! 


Essas frases são vagas e não mostram a realidade, que é a importância do emagrecimento para você e sua saúde e como eles podem ajudar.

Pedindo ajuda!

Antes de mais nada, te peço que preste atenção nessas perguntas que eu vou te fazer e as responda de forma sincera, certo? Assim, vamos conseguir estabelecer a melhor forma de pedir a ajuda da sua família:

Respondeu, de forma sincera, todas essas perguntas? Então agora você já tem um caminho estabelecido.


“Dayan, mas eu queria muito que meus filhos/marido emagrecessem junto comigo, mas tenho certeza que eles não vão aceitar”.


Eu acredito que a maneira mais fácil, depois de estabelecer seu caminho, é usar o exemplo.


Se você mudar a sua alimentação no dia-a-dia e começar a obter resultados, os familiares vão começar a perceber e certamente vão querer colocar em prática também.


Foi o que aconteceu com a Jayde, olha só:

Então agora chegou a hora de conversar com os seus familiares. Seja o mais honesta possível. Fale sobre suas dificuldades, inseguranças e pontos frágeis. Também deixe claro a importância do emagrecimento para sua saúde, disposição e qualidade de vida.


Diga de forma clara o que pode ser feito para te ajudarem e, se for da sua vontade, explique como funciona o plano alimentar que você vai seguir e peça sugestões de pratos, dentro do que for saudável.

Seja clara quanto às suas emoções

Você pode usar aquelas frases que dissemos no início, mas complemente com a maneira como realmente se sente. Por exemplo:

Essas são técnicas de “comunicação não-violenta”. Falando de forma clara, objetiva e amigável, com certeza a mensagem será compreendida.


Garanto que entender melhor o que você deseja e melhorar a comunicação com seus familiares vai fazer diferença na sua motivação.


E, todos os dias, mentalize o resultado e a importância dele para a sua vida. Além de se manter motivada, ainda vai te dar uma ajuda quanto aquele familiar que insiste em sabotar sua conquista.


Emagrecer em família não só é possível como é a realidade de muitas famílias. Não desanime porque tenho certeza que quando começar a perceber seus resultados, sua autoestima vai aumentar, as pessoas vão perceber sua felicidade e todos vão querer entrar nessa onda. Pode confiar no que eu estou te dizendo.

Se inscreva gratuitamente para a Jornada do Emagrecimento.

De 4 a 17 de janeiro teremos aulas, lives e desafios para você já começar 2021 emagrecendo de forma saudável e sem sofrimento. QUERO PARTICIPAR


Leave a Reply

Your email address will not be published.